CRIME

Assaltantes invadem Parque Aquático na estrada de Aldeia e matam empresário a tiros

No local do crime, uma equipe do Instituto de Criminalística realiza perícias desde o início desta manhã para levantar pistas sobre os suspeitos

23/04/2019 15h16
Por: Roberto Murilo
Fonte: Diario de Pernambuco
201
FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação
 
A Polícia Civil de Pernambuco instaurou um inquérito para investigar o homicídio do empresário Mario Cavalcanti Gouveia Junior, 78 anos, morto a tiros em sua mansão, localizada no quilômetro 17 da Estrada de Aldeia, no município de Paudalho, Mata Norte do estado. O crime ocorreu na madrugada desta terça-feira (23). De acordo com a polícia, os assaltantes foram em busca de um arsenal que Mario Gouveia colecionava em sua casa. 
 
Cerca de 15 assaltantes armados com fuzis invadiram a residência do empresário, que fica na mesma área do Parque Aquático Águas Finas, do qual Mário Gouveia é proprietário, e levaram armas de fogo e um baú. Os suspeitos chegaram em duas caminhonetes nas cores de branca e vinho, por volta das 2h da madrugada e renderam um dos vigilantes. No momento da invasão, estavam na casa a esposa de Mário e dois funcionários da residência.
Ao perceber a invasão dos assaltantes, o empresário reagiu e chegou a trocar tiros com os suspeitos. Ferido, Mario Gouveia ainda chegou a ser socorrido em seu helicóptero particular para o Hospital Português, mas não resistiu e morreu. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por perícia.

Policiais militares do 20° Batalhão da Polícia Militar (BPM) foram acionados às 2h28 e duas viaturas foram ao local do crime. Para dificultar o acesso do efetivo, os suspeitos montaram barricadas com árvores derrubadas e pregos na estrada que dá acesso ao balneário. “O policiamento deu início às diligências para capturar os suspeitos que, de acordo com as primeiras informações, estavam em um Fiat Toro e uma Hilux. O 17ºBPM, 11º BPM e 2ºBPM também estão mobilizados para patrulhar as rotas de fuga, que contam ainda com o apoio de um helicóptero do Grupamento Tático Aéreo da Secretaria de Defesa Social (SDS)”, informou a PM, através de nota enviada à imprensa.
No local do crime, uma equipe do Instituto de Criminalística realiza perícias desde o início desta manhã para levantar pistas sobre os suspeitos. Policiais do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) Divisão Norte, coordenado pelo delegado Daniel Lira irá investigar a motivação e identificar os responsáveis. A mansão tem câmeras de segurança com visão noturna e conta com vigilância armada. Tanto as imagens do videomonitoramento, como os depoimentos dos seguranças, que foram as principais testemunhas do crime, ajudarão a dar pistas sobre os assaltantes. “É um trabalho minucioso e complexo, realizado por profissionais de várias especialidades e composto de depoimentos, exames, perícias, buscas, cruzamento de informações, entre outros elementos”, acrescentou a PCPE, através de nota.
No início da manhã de hoje, a Polícia Militar localizou uma caminhonete na Rua São Bento do Norte, no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife, que pode ter sido utilizado pelos assaltantes. O veículo tem manchas de sangue nos bancos e alguns documentos. A PM isolou o local e a Polícia Científica investiga se o carro tem ligação com o crime.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.